Topo
Blog Direção Legal

Blog Direção Legal

Você sabe quais as diferenças entre as direções Defensiva e Preventiva?

Denis Freire de Almeida

18/10/2019 04h00

Logo no começo das minhas palestras, sempre peço alguns exemplos de Direção Defensiva para a plateia. E em 100% das vezes a maioria das manobras citadas são de Direção Preventiva. Mas afinal, qual a diferença entre elas?

Veja mais dicas do Direção Legal

Essa confusão é causada porque muitos cursos de Direção Preventiva se autodenominam de Direção Defensiva… A diferença entre elas é a seguinte: na Preventiva, são usadas manobras que minimizam as chances de o motorista se envolver em uma situação de risco; já na Defensiva, as manobras são para minimizar os estragos de um acidente iminente em uma situação de risco na qual o motorista já se envolveu.

Em outras palavras, na Preventiva o motorista tem tempo de sobra para usar a razão na tomada de decisão; enquanto na Defensiva, a manobra é decidida em menos de 1 segundo e baseada somente na emoção. O problema é que quando deixamos a emoção nortear nossas decisões ao volante, o resultado geralmente não é bom…

Veja a explicação detalhada no vídeo e saiba quais os outros tipos de Direção que existem como a Recreativa, Ofensiva, Esportiva, entre outras.

Veja mais dicas do Direção Legal

Sobre o Autor

Denis Freire de Almeida é jornalista formado pela PUC-SP, com 25 anos de experiência na área de automotiva. É idealizador do “Direção Legal” e já trabalhou em veículos como Rede Globo, Quatro Rodas, O Estado de S. Paulo, Record TV e Webmotors. É piloto de testes certificado pela Federação Paulista de Automobilismo desde 1999, além de instrutor de Direção Preventiva e Defensiva.

Sobre o Blog

A ideia do “Direção Legal” é salvar vidas. Você sabia que “cai um Boeing por dia” nas ruas e estradas brasileiras? Isso mesmo, são 104 vítimas fatais todos os dias -- uma a cada 13 minutos. A melhor forma de evitar a ampliação desse número alarmante é informar sobre os riscos ao volante e dar dicas práticas de como minimizá-los. O que nos motiva é que 94% dos acidentes poderiam e podem ser evitados, já que são causados por falha humana. Embarque com a gente nessa viagem.

Blog Direção Legal