PUBLICIDADE
Topo

Afinal, os pneus do seu carro têm validade de 5 anos? Veja mitos e verdades

Denis Freire de Almeida

13/03/2020 04h00

Prazo de validade dos pneus é um assunto polêmico e gera muitas dúvidas. Veja como identificar a data de fabricação e evitar riscos desnecessários na hora de comprar o produto para o seu carro, além de saber se os pneus atuais ainda são seguros.

Veja vídeos com dicas de Direção Preventiva

Saiba que, por lei, não há prazo de validade para os pneus. O que existe é a obrigatoriedade de garantia do fabricante por 5 anos desde a data da compra (ou da fabricação, na ausência do comprovante fiscal da compra).

Então não há data de validade? Não! Mas eu não compro pneus novos com mais de três anos de fabricação…

DATA DE FABRICAÇÃO

Antes de tudo, porém, vou explicar como saber quando um pneu foi fabricado. Procure nas bandas laterais a sigla DOT (Department of Transportation): os quatro últimos números da sequência (geralmente destacados por uma moldura) indicam a semana e o ano de fabricação.

O pneu da foto (acima), com a terminação do DOT 1119, foi fabricado na 11ª semana de 2019 e tem garantia de fábrica até a 11ª de 2024 (caso não haja comprovante da data de compra). O mesmo vale para os pneus remoldados.

FIQUE DE OLHO

A maioria dos fabricantes recomenda inspeção anual dos pneus por especialistas, a partir do quinto ano de fabricação, e alguns deles são categóricos ao não recomendar o uso de pneus com mais de dez anos de fabricação.

Mas por que não há data de validade no pneu? Porque a durabilidade do produto depende de vários fatores como armazenamento, uso, calibragem, tipo de piso, quantidade de buracos e temperatura, entre outros.

Todas essas variáveis podem encurtar ou prolongar a vida dos componentes do pneu, como borracha, nylon, lona, cinta de aço, talas de aço…

5 ANOS DE GARANTIA

Mas o fato é que, se os fabricantes dão 5 anos de garantia, é certo que após esse período os componentes começam a se degradar de forma mais acentuada.

Um dos indicativos de que está na hora de trocar o pneu é o aparecimento de pequenas rachaduras na borracha, sinal de que o material está ressecado e já perdeu suas propriedades originais como flexibilidade e aderência.

É um pneu mais propício a furos, cortes e bolhas, além de ter menos aderência nas curvas e poder de frenagem.

Em resumo: fique atento ao DOT dos pneus atuais do seu carro e também quando for trocá-los. Na dúvida, por mais que não tenha validade, não arrisque a andar em pneus com mais de 5 anos. Precaução nunca é demais!

Veja vídeos com dicas de Direção Preventiva

Sobre o Autor

Denis Freire de Almeida é jornalista formado pela PUC-SP, com 25 anos de experiência na área de automotiva. É idealizador do “Direção Legal” e já trabalhou em veículos como Rede Globo, Quatro Rodas, O Estado de S. Paulo, Record TV e Webmotors. É piloto de testes certificado pela Federação Paulista de Automobilismo desde 1999, além de instrutor de Direção Preventiva e Defensiva.

Sobre o Blog

A ideia do “Direção Legal” é salvar vidas. Você sabia que “cai um Boeing por dia” nas ruas e estradas brasileiras? Isso mesmo, são 104 vítimas fatais todos os dias -- uma a cada 13 minutos. A melhor forma de evitar a ampliação desse número alarmante é informar sobre os riscos ao volante e dar dicas práticas de como minimizá-los. O que nos motiva é que 94% dos acidentes poderiam e podem ser evitados, já que são causados por falha humana. Embarque com a gente nessa viagem.